Definição de estrutura de capital ideal: significado, fatores e limitações (2024)

O que é estrutura de capital ideal?

A estrutura de capital ótima de uma empresa é a melhormistura de dívida e patrimôniofinanciamento que maximiza o valor de mercado de uma empresa e ao mesmo tempo minimiza o seu custo de capital. Em teoria, o financiamento por dívida oferece o menor custo de capital devido à sua dedutibilidade fiscal. No entanto, o excesso de dívida aumenta o risco financeiro para os accionistas e para oretorno sobre o patrimônioque eles exigem. Assim, as empresas têm de encontrar o ponto óptimo em que o benefício marginal da dívida se iguala ao custo marginal.

Principais conclusões

  • Uma estrutura de capital ideal é a melhor combinação de financiamento por dívida e capital próprio que maximiza o valor de mercado de uma empresa e ao mesmo tempo minimiza o seu custo de capital.
  • Minimizar o custo médio ponderado de capital (WACC) é uma forma de otimizar o mix de financiamento de menor custo.
  • De acordo com alguns economistas, na ausência de impostos, custos de falência, custos de agência e informação assimétrica, num mercado eficiente, o valor de uma empresa não é afectado pela sua estrutura de capital.

Definição de estrutura de capital ideal: significado, fatores e limitações (1)

Compreendendo a estrutura ideal de capital

A estrutura ótima de capital é estimada calculando a combinação de dívida e capital próprio que minimiza ocusto médio ponderado de capital (WACC)de uma empresa enquanto maximiza seu valor de mercado. Quanto menor for o custo de capital, maior será o valor presente dos fluxos de caixa futuros da empresa, descontados pelo WACC. Assim, o principal objetivo de qualquer departamento financeiro corporativo deve ser encontrar a estrutura de capital ideal que resulte no WACC mais baixo e no valor máximo da empresa (riqueza dos acionistas).

Segundo economistasFranco ModiglianieMerton Miller, na ausência de impostos,falênciacustos, custos de agência e informação assimétrica, num mercado eficiente, o valor de uma empresa não é afetado pela sua estrutura de capital.

Estrutura de capital ideal e WACC

O custo da dívida é menos caro do que o capital porque é menos arriscado. O retorno exigido para compensar os investidores em dívida é inferior ao retorno exigido para compensar os investidores em ações, porque os pagamentos de juros têm prioridade sobre os dividendos e os detentores de dívida recebem prioridade em caso de liquidação. A dívida também é mais barata do que o capital próprio porque as empresas obtêm benefícios fiscais sobre os juros, enquanto os pagamentos de dividendos são pagos a partir do rendimento após impostos.

No entanto, existe um limite para o montante da dívida que uma empresa deve ter porque um montante excessivo de dívida aumenta o pagamento de juros, a volatilidade dos lucros e o risco de falência. Este aumento do risco financeiro para os accionistas significa que estes exigirão um maior retorno para os compensar, o que aumenta o WACC – e reduz o valor de mercado de uma empresa. A estrutura ideal envolve a utilização de capital suficiente para mitigar o risco de não conseguir pagar a dívida – tendo em conta a variabilidade do negócio.fluxo de caixa.

As empresas com fluxos de caixa consistentes podem tolerar uma carga de dívida muito maior e terão uma percentagem de dívida muito mais elevada na sua estrutura de capital ideal. Por outro lado, uma empresa com fluxos de caixa voláteis terá pouca dívida e uma grande quantidade de capital próprio.

Determinando a estrutura de capital ideal

Como pode ser difícil identificar a estrutura de capital ideal, os gestores geralmente tentam operar dentro de uma faixa de valores. Têm também de ter em conta os sinais que as suas decisões de financiamento enviam ao mercado.

Uma empresa com boas perspectivas tentará levantar capital utilizando dívida em vez de capital próprio, para evitardiluiçãoe enviar quaisquer sinais negativos ao mercado. Os anúncios feitos sobre uma empresa que está contraindo dívidas são normalmente vistos como notícias positivas, o que é conhecido comosinalização de dívida. Se uma empresa levantar demasiado capital durante um determinado período de tempo, os custos da dívida, das ações preferenciais e do capital ordinário começarão a aumentar e, à medida que isso ocorrer, o custo marginal do capital também aumentará.

Para avaliar o grau de risco de uma empresa, os potenciais investidores em ações analisam orelação dívida/capital próprio. Também comparam o montante de alavancagem que outras empresas do mesmo setor estão a utilizar – no pressuposto de que estas empresas operam com uma estrutura de capital ideal – para verificar se a empresa está a empregar um montante invulgar de dívida na sua estrutura de capital.

Outra forma de determinar os níveis ideais de dívida em relação ao capital próprio é pensar como um banco. Qual é o nível ideal de dívida que um banco está disposto a emprestar? Um analista também pode utilizar outros índices de dívida para colocar a empresa em um perfil de crédito usando uma classificação de títulos. O spread padrão associado à classificação do título pode então ser usado para o spread acima da taxa livre de risco de uma empresa com classificação AAA.

Limitações da estrutura de capital ideal

Infelizmente, não existe um rácio mágico entre dívida e capital próprio que possa ser utilizado como orientação para alcançar uma estrutura de capital óptima no mundo real. O que define uma combinação saudável de dívida e capital varia de acordo com as indústrias envolvidas, a linha de negócios e o estágio de desenvolvimento de uma empresa, e também pode variar ao longo do tempo devido a mudanças externas nas taxas de juros e no ambiente regulatório.

No entanto, como é melhor que os investidores apliquem o seu dinheiro em empresas com balanços sólidos, faz sentido que o equilíbrio ideal geralmente reflita níveis mais baixos de dívida e níveis mais elevados de capital próprio.

Teorias sobre Estrutura de Capital

Teoria Modigliani-Miller (M&M)

O teorema Modigliani-Miller (M&M) é uma abordagem de estrutura de capital em homenagem a Franco Modigliani e Merton Miller. Modigliani e Miller foram dois professores de economia que estudaramteoria da estrutura de capitale colaborou para desenvolver a proposta de irrelevância da estrutura de capital em 1958.

Esta proposição afirma que em mercados perfeitos, a estrutura de capital que uma empresa utiliza não importa porque o valor de mercado de uma empresa é determinado pelo seu poder aquisitivo e pelo risco dos seus activos subjacentes. Segundo Modigliani e Miller, o valor independe da forma de financiamento utilizada e dos investimentos da empresa.Ofez as duas seguintes proposições:

Proposição I

Esta proposição diz que a estrutura de capital é irrelevante para o valor de uma empresa. O valor de duas empresas idênticas permaneceria o mesmo e o valor não seria afetado pela escolha do financiamento adotado para financiar os ativos. O valor de uma empresa depende dos lucros futuros esperados. É quando não há impostos.

Proposição II

Esta proposição diz que a alavancagem financeira aumenta o valor de uma empresa e reduz o WACC. É quando as informações fiscais estão disponíveis. Embora o teorema de Modigliani-Miller seja estudado em finanças, as empresas reais enfrentam impostos, risco de crédito, custos de transação e mercados ineficientes, o que torna importante a combinação de financiamento por dívida e capital próprio.

Teoria da hierarquia

A teoria da hierarquia concentra-se nos custos de informação assimétricos. Esta abordagem pressupõe que as empresas priorizem a sua estratégia de financiamento com base no caminho de menor resistência. O financiamento interno é o primeiro método preferido, seguido pelo financiamento por dívida e por capital externo como último recurso.

Definição de estrutura de capital ideal: significado, fatores e limitações (2024)

References

Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Geoffrey Lueilwitz

Last Updated:

Views: 5705

Rating: 5 / 5 (80 voted)

Reviews: 95% of readers found this page helpful

Author information

Name: Geoffrey Lueilwitz

Birthday: 1997-03-23

Address: 74183 Thomas Course, Port Micheal, OK 55446-1529

Phone: +13408645881558

Job: Global Representative

Hobby: Sailing, Vehicle restoration, Rowing, Ghost hunting, Scrapbooking, Rugby, Board sports

Introduction: My name is Geoffrey Lueilwitz, I am a zealous, encouraging, sparkling, enchanting, graceful, faithful, nice person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.